Para ler o Semanário e o Diário

Disponível na capa da revista E
Se ainda não tem acesso

para assinantes

Em Destaque

Expresso

Classificados

Siga-nos

Audiências

Debate Costa-Rio teve menos 633 mil espectadores do que o Costa-Passos de 2015

Costa e Rio, pouco antes do começo da emissão televisiva <span class="creditofoto">Foto Tiago Miranda</span>

Costa e Rio, pouco antes do começo da emissão televisiva Foto Tiago Miranda

Com as sondagens a causarem poucas dúvidas sobre o vencedor das eleições de 6 de outubro, o frente a frente entre os líderes dos dois maiores partidos teve menos audiência do que o confronto de há quatro anos

Texto Paulo Paixão e Rosa Pedroso Lima

Um pouco mais de 2,8 milhões de pessoas (2.819.900) assistiram na noite desta segunda-feira ao primeiro confronto televisivo entre António Costa e Rui Rio, um valor que ficou aquém do registado há quatro anos, quando Costa teve pela frente Pedro Passos Coelho. Então, o debate entre os líderes do PS e do PSD foi seguido por 3.453.500 milhões de pessoas.

Como há quatro anos, o principal debate destas eleições legislativas foi transmitido pelos três canais generalistas, além de ter sido também difundido por dois canais informativos por cabo (SIC Notícias e RTP 3). Na corrida particular entre as três estações, a SIC foi a vencedora, com 1.128.600 espectadores (incluindo SIC Notícias). Seguiu-se a RTP (com RTP3), com 862.700 pessoas presas ao ecrã e a TVI 828.600.

Na hora do debate desta segunda-feira, seis em cada dez pessoas (59,3%) que viam televisão assistiam ao frente a frente entre os dois líderes. Há quatro anos, o valor foi superior: 66%. Ou seja, dois em cada três telespectadores.

Passos e Costa, há quatro anos, no primeiro debate político em Portugal que foi multiplicado pelos três canais <span class="creditofoto">Foto José Carlos Carvalho</span>

Passos e Costa, há quatro anos, no primeiro debate político em Portugal que foi multiplicado pelos três canais Foto José Carlos Carvalho

O duelo entre Passos e Costa estabeleceu um máximo de audiência em debates políticos em Portugal (desde que há medição de audiências no país), por força de ter sido transmitido em simultâneo pela SIC, TVI e RTP, o que nunca acontecera.

O anterior recorde estava nas mãos de Passos e José Sócrates, em 2011. Emitido em direto apenas na RTP1, teve 1,585 milhões de telespectadores.

Quanto mais velho é o telespectador, mais interesse o debate desta segunda-feira suscitou. No escalão etário onde estão o que irão votar pela primeira vez e os que poucas vezes ainda colocaram o voto na urna, bem mais de metade das pessoas (56,3%) que viam televisão àquela hora sintonizam canais de subscrição e outros (Netflix, HBO, etc…).

Já no extremos oposto, nos portugueses com mais de 75 anos, apenas 15% desviaram o seu olhar do debate.

Costa e Rio voltarão a encontrar-se a sós mas na rádio, dia 23. Nesse mesmo dia, à noite, terão uma segunda troca de argumentos, mas agora no debate a seis que será transmitido pelas televisões. O modelo de confronto alargado entre os líderes (PS, PSD, BE, CDS, CDU e PAN) terá um primeiro ensaio, mas apenas nas rádios, na quarta-feira desta semana.

Costa teve 6,5 milhões de telespectadores

Terminado o ciclo de duelos televisivos, as audiências médias de Costa e de Rio esmagaram, sem qualquer surpresa, as da concorrência. Ou não tivessem sido os únicos cujos debates passaram em canal aberto (e sendo o desta segunda-feira de ‘visionamento obrigatório’, pois fez o pleno dos canais).

O líder do PS foi visto por 6,5 milhões de pessoas, enquanto o do PSD se ficou pelas 5,9 milhões. Bem longe dos valores registados por Assunção Cristas (perto de dois milhões) e por André Silva (1,9 milhões). Os menos vistos foram os líderes dos partidos mais à esquerda do espectro político: Jerónimo de Sousa teve 1,8 milhões e Catarina Martins 1,6 milhões.

Costa e Rio participaram em cinco debates (com os outros líderes, todos em canal aberto). CDS, Bloco e PAN apenas tiveram quatro (dois em canal aberto e dois em canais de cabo), pois Jerónimo de Sousa (que assim só entrou em dois frente a frente) recusou os debates que teria com eles, e que ficaram confinados aos cabo.